Visualizando posts na categoria 'ficção'

agenda | maio 2017

ITAÚ CULTURAL | SÃO PAULO/ SP
dia 23 as 20h00
espetáculo FICÇÃO #THIAGO AMARAL
Local: teatro do Itaú Cultural
Av. Paulista, 149 – Bela Vista
Gratuito

 

SESC ITAQUERA | SÃO PAULO/ SP
dia 27 as 15h00
espetáculo AMADORES
Local: Praça de Eventos
Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000 – Itaquera
Gratuito (não precisa retirar ingresso, só chegar!)

https://www.sescsp.org.br/programacao/121419_AMADORES#/content=saiba-mais

 

 

 

por em 11/05/2017 – 10:57h

 AGENDA OUTUBRO/2016

 

 

SESC JUNDIAÍ | projeto [Cia.] Na Casa
-07 e 08 espetáculo FICÇÃO
-09 O JARDIM | Experimento de Desmontagem
-13 e 14 workshop “Hiato – um olhar sobre a interpretação”
-15 espetáculo CACHORRO MORTO
-16 espetáculo AMADORES

ESPETÁCULO FICÇÃO | CEU
-
20 CEU Heliópolis (Thiago Amaral e Maria Amélia B. Farah)
-21 CEU Vila Sol (Aline Filócomo e Fernanda Stefanski)
-26 CEU Parque Anhanguera (Fernanda Stefanski e Maria Amélia B. Farah)
-27 CEU Alto Alegre (Aline Filócomo e Thiago Amaral)
-28 CEU Navegantes (Fernanda Stefanski e Paula Picarelli)

SESC SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
-22 e 23 espetáculo AMADORES

FESTIVAL FIAC | SALVADOR/BA
-29 e 30 espetáculo AMADORES

em breve + informações

por em 01/10/2016 – 13:53h

ALEMANHA 2016

 

Junho|2016

Espetáculo O Jardim | Dresden
Espetáculo Ficção | Berlim

 

por em 23/03/2016 – 16:58h

oficina + espetáculo ficção  | sesc são caetano / SP

 

 

 

Projeto Teatro em três tempos
Projeto visa aproximação do espectador ao universo da obra através de três atividades. Realização de oficina ou palestra conjugada de apresentação teatral e bate-papo

 

ESPETÁCULO FICÇÃO

dia: 26 de setembro (sábado)
Horário 19:00
Local: Teatro Santos Dumont  /  Av. goiás 1111

-# Ficção Paula Picarelli
-# Ficção Maria Amélia Farah
-# Ficção Aline Filócomo
Obs. 03 monólogos de 60 minutos cada

*Bate papo após o espetáculo

 

 

Oficina:
Intimidade, documento e pensamento dramatúrgico

As três atrizes convidadas para encenar o Ficção no Teatro Santos Dumont irão ministrar uma oficina de 6 horas dedicada aos alunos da Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Esta atividade abordará o processo de construção deste espetáculo, de composição dos monólogos, e também a linha de pesquisa teatral que a Cia Hiato se dedica.

Dias 26/09 (10h) e 28/09 (19h)
Grátis

*Inscrições antecipadas na Central de Atendimento.
FASCS – Fundação das Artes de São Caetano: Rua Visconde de Inhaúma, 730

 

 

 

por em 16/09/2015 – 22:48h

post TUSP

Ficção no TUSP

http://www.usp.br/tusp/?portfolio=espetaculo-ficcao

por em 29/07/2015 – 23:32h

 TEMPORADA SÃO PAULO – TUSP (JULHO E AGOSTO/2015) O JARDIM | FICÇÃO | 02 FICÇÕES

ESPETÁCULO O JARDIM
de 03 a 26 de julho de quinta a domingo (estreia sexta)
Horários: quinta a sábado as 21h e domingo as 19h

*Bate papo dia 19 de julho – (domingo)  após o espetáculo

 

ESPETÁCULO FICÇÃO
dias: 29, 30 e 31 de julho e de 05 a 21 de agosto  de quarta a sexta
Horário 20:30
-Quartas: # Ficção Luciana Paes e # Ficção Paula Picarelli
-Quintas: # Ficção Maria Amélia Farah e # Ficção Thiago Amaral
-Sextas: # Ficção Aline Filócomo e # Ficção Fernanda Stefanski
Obs. 02 monólogos de 60 minutos por dia

*Bate papo dias 5, 6 e 07 de agosto (quarta, quinta e sexta) após o espetáculo

 

ESPETÁCULO 02 FICÇÕES
de 1 a 24 de agosto, de sábado a segunda
Horário: sábado e segunda as 20:30 e domingo as 19:00

*Bate papo  dia 09 de agosto  (domingo) após o espetáculo

 

 

 

 

 

por em 10/06/2015 – 18:26h

O JARDIM | FICÇÃO NO 10° FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO  (POA)

 

Espetáculo Ficção
dia 12 de maio / 19h00
ficção #maria amélia [bethovem] farah | ficção – cia hiato
ficção #thiago [campos] do amaral | ficção – cia hiato

dia 13 de maio / 18h30
ficção #luciana [paes] de barros | ficção – cia hiato
ficção #aline [moreira] filócomo | ficção – cia hiato
ficção #fernanda [stefanski] bernardes | ficção – cia hiato

Local: Teatro Sesc Centro
Av. Alberto Bins, 665 – Centro – (51) 3284.2071

 

Espetáculo O Jardim
dias 14 e 15 de maio/ 21h00

Local: Teatro Renascença
Av. Erico Verissimo, 307 – Menino Deus – (51) 3289.8066

 

Site do Festival:

http://www.sesc-rs.com.br/palcogiratorio/index.php

por em 03/05/2015 – 19:11h

O JARDIM | FICÇÃO EM FRANKFURT

 

 

 

O Jardim / dias 20 e 21 de maio / 19h30
LAB
Schmidtstrasse 12, 60326 Frankfurt / Main

http://www.mousonturm.de/web/en/veranstaltung/o-jardim

 

Ficção / dia 23 de maio / 18h00
MOUSONTURM SAAL
Waldschmidtstr. 4, 60316 Frankfurt am Main

http://www.mousonturm.de/web/en/veranstaltung/ficcao

por em 03/05/2015 – 18:49h

“Ficção” foi um dos destaques no encerramento do Festival de Curitiba (Correio do Povo, Porto Alegre – RS)

Cia. Hiato emociona ao questionar o limite entre ficção e realidade 

 

Solo de Maria Amélia Farah

Crédito: Ernesto Vasconcelos / Divulgação

Quem foi ao Teatro Paiol no último final de semana teve um presente, ao assistir a última produção da Cia. Hiato, de São Paulo, em estreia nacional no Festival de Teatro de Curitiba 2013, no encerramento do evento. Com direção de Leonardo Moreira, “Ficção” parte de relatos biográficos de cada um dos cinco atores, invertendo a lógica do profissional que abre mão de si para ser visto como ‘hospedeiro’ de seus personagens. Cada um dos cinco intérpretes aborda momentos de conflito com seus familiares e questiona o processo criativo, em performances extremamente delicadas e arrebatadoras, com momentos hilários e forte carga dramática, sem cair na pieguice.

O grupo apresentará a peça, com alternância de atores, paralelamente no Rio de Janeiro (Caixa Cultural) de 11 de abril a 5 de maio, e em São Paulo (Teatro ECUM), de 12 de abril a 12 de maio. Em maio chegará a Porto Alegre, com “Cachorro Morto”, em que falará sobre os autistas portadores da Síndrome de Asperger, dentro da programação do Palco Giratório Sesc.

Os espetáculos criados pelo grupo nascem de questionamentos muito pessoais, especialmente sobre o que é ser normal ou especial. Isto se evidencia no primeiro trabalho, “Cachorro Morto”; em “Escuro”, que tematiza a cegueira, desorganização da fala e perda auditiva; e “Jardim”, sobre o Mal de Alzheimer.

Neste caso, o diretor incitou os atores a causarem desconforto na plateia, expondo suas feridas, em relatos que trazem a interseção das dramaturgias de conteúdo e corporais. “O desafio é encontrar fissura onde por um segundo o espectador não enxergasse o personagem, e sim o ator”, diz Fernanda Stefanski, que tematiza o suicídio de seu tio e reflete acerca dos limites éticos de expor um drama familiar.

A atriz que sempre quis interpretar Shakespare e que deu tons hitchockianos a sua performance, utiliza fotos e reconstituições, citando passagens dolorosas de sua vida, como a agressão sofrida por parte de um ex-namorado e a morte da melhor amiga. Com forte veia cômica, Luciana Paes diz que “brinca como fazer artístico, de encarnar um ser a serviço de histórias”, ao por em xeque a autoria em um processo colaborativo. A atriz coloca em cena seu projeto relacionado à pintora Frida Kahlo, que não chegou a ser concluído e contextualiza sua realidade, ao falar do pai ausente e depressivo, com quem não mantém uma boa relação.

Aline Filácomo foca suas várias personas, reais ou não, na sua irmã mais nova, também atriz, com quem tinha um relacionamento controverso. A homenagem que intencionava fazer, acabou virando um insulto, pela percepção da outra. Maria Amélia Farah coloca no palco o próprio filho, bebe, falando que “vive vidas tão reais quanto as que inventou”, ao tentar agradar a mãe e seguir a tradição árabe, de seus antepassados. E posteriormente, ao tentar criar uma identidade própria, experimentou a cobrança, o fracasso e a decepção.

Já Thiago Amaral se veste de coelho para a ficção “A extinção dos coelhos selvagens”, criada por seu pai – não ator – com quem contracena. Isto para se reportar à ruptura, que os afastou por seis anos. Como ele não correspondia às expectativas paternas, resolveu trazê-lo ao seu projeto de vida, num pretexto para retomar os laços. Sua interpretação, ao lado de Luciana, causou grande comoção, sendo aplaudida longamente, no domingo, quando as pessoas se despediam do festival, que segue de 10 a 28 deste mês com as atrações infantis do Guritiba.

 

http://www.correiodopovo.com.br/ArteAgenda/?Noticia=496078

 

por em 09/04/2013 – 21:35h

“Ficção” no encerramento da Mostra Oficial do Festival de Curitiba

por em 07/04/2013 – 21:46h

“Ficção” faz catarse pessoal e transferível (Gazeta do Povo, Curitiba -PR)

Peça da Cia. Hiato abre inúmeras possibilidades de conexão com espectador ao misturar imaginação e realidade.

Foi arrebatadora a estreia de “Ficção” no Festival de Teatro de Curitiba, na noite deste sábado (6). Neste domingo (7), às 17 horas, haverá reprise no Teatro do Paiol.

Misturadas à sensação de surpresa por parte de muitos que não se prepararam para as mais de cinco horas de peça havia as lágrimas, fruto da catarse pessoal (dos atores) e transferível (para o público).

O projeto da paulistana Cia. Hiato exigia que cada integrante do elenco criasse um monólogo partindo de questões pessoais e, como é o mote do grupo, borrando as fronteiras entre realidade e ficção.

E assim, na ordem apresentada neste sábado, ouviu-se sobre a pressão de uma mãe muçulmana para que a filha dançasse; a identificação com Frida Kahlo e a dificuldade de amar; a insegurança como atriz e a relação com a irmã; um crime em família e a relação com o pai.Em todos, o início simulou uma conversa, embrenhando depois para a contação de história. Impossível, para o público, não questionar o tempo todo: isso será verdade?

O processamento da catarse seria impossível de descrever aqui e acontece de forma diferente, em momentos diferentes, para cada espectador.O que é possível garantir é que cada ator e atriz dá o sangue no palco de forma tocante, e que o projeto “Ficção” provavelmente está atingindo e superando suas intenções a cada apresentação.

Ao longo das falas, citações das peças anteriores da companha, como “Cachorro Morto” e “O Jardim” – destacada como a melhor da Mostra 2012 do festival.

por em 07/04/2013 – 14:36h

“Ficção” no Festival de Teatro de Curitiba / coletiva de imprensa

parte dos integrantes da cia hiato em coletiva de imprensa. curitiba.

por em 05/04/2013 – 23:24h

questao de critica_3

Thiago Amaral – Prêmio de Melhor Ator com ficção

Premiados – 2º Prêmio Questão de Crítica 2012

Os premiados:

ESPECIAL
Filomena Chiaradia, pela publicação dos livros Iconografia Teatral – Acervos Fotográficos de Walter Pinto e Eugénio Salvador e A companhia do Teatro São José: A menina dos olhos de Paschoal Segreto

DIREÇÃO MUSICAL / TRILHA SONORA ORIGINAL
Felipe Storino por Cara de Cavalo

FIGURINO
Teca Fichinsky por Valsa nº6

ILUMINAÇÃO
Tomás Ribas por Breu

CENOGRAFIA
Vandré Silveira por Farnese de Saudade

ATOR
Deu empate!
Ranieri Gonzalez por Isso te interessa?
Thiago Amaral por Ficção

ATRIZ
Arieta Corrêa por A volta ao lar

DIREÇÃO
Marcio Abreu por Isso te interessa?

DRAMATURGIA
Pedro Kosovski por Cara de Cavalo

ESPETÁCULO
Breu

ELENCO
Nada – Adriano Garib, Camila Evangelista, Lafayette Galvão, Liliane Rovaris, Marilia Simões, Miwa Yanagizawa e Rodrigo Lélis

por em 22/03/2013 – 18:13h

entrevista Metrópolis

 

por em 19/10/2012 – 20:42h